sexta-feira, 22 de junho de 2012

Nós temos que estar na luta contra estas alterações ás leis laborais.


Nós temos que estar na luta contra estas alterações ás leis laborais.
A principal preocupação do governo é encher os bolsos aos seus amigos,ficámos agora a saber pela boca do senhor governador do Banco de Portugal,que o governo «VENDEU O BPN»por 40 milhões,e agora soubemos,que pelo menos ele vale 300 milhões!
É o assalto quase perfeito,sem armas,sem sangue....
Mas para quem foi para o desemprego é uma luta desesperada para encontrar os seu sustento honestamente e para quem tem que pagar mais impostos,para tapar o buraco deste assalto.......

Académicos lançam Manifesto contra alterações à lei laboral


Público (Rui Gaudêncio)
Vários professores de direito e sociólogos defenderam nesta quinta-feira que as alterações à legislação laboral, aprovadas na Assembleia da República pela maioria PSD-CDS, violam a Constituição e apelam ao Presidente da República, Cavaco Silva, que vete as alterações. Com o título “Por um trabalho digno para todos” os professores concretizam “uma denúncia pública das sucessivas leis contra a dignidade das pessoas no trabalho” e juntam-se no combate social por “uma melhor distribuição da riqueza”, afirma Jorge Leite, professor jubilado da Universidade de Coimbra. Júlio Gomes, professor de Direito da Universidade Católica do Porto, “em vez de se optar por medidas transitórias, fazem-se mudanças estruturais", apontando que  “a crise tem sido o pretexto para destruir o modelo social”.

Este documento reune uma amplo apoio com personalidades como o economista José Reis, o sociólogo Elísio Estanque, o ex secretário-geral da CGTP Carvalho da Silva. Arménio Carlos, actual líder da CGTP, esteve também presente na apresentação do manifesto, dando o seu apoio à iniciativa, bem como D. Janurário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas.

Ver:
Académicos lançam Manifesto contra alterações à lei laboral

«UNIDOS NA LUTA»

quinta-feira, 14 de junho de 2012

Doar sangue...

 Está no cct,que temos direito ao dia de doação
e até isso as empresas,se aproveitando da boleia do governo,nos retiraram esse direito.

Cláusula 35ª

Faltas justificadas



j) As motivadas por doação de sangue, durante o dia da doação;
Vêm hoje na imprensa,que as doações de sangue,estão num estado critico.
 Não fico admirado,pela situação,porque com as maldades que este governo fez,isto iria acontecer.
 Eu era dador,e deixei de o ser,porque a primeira vez que preciso de usar uma urgência,sou penalizado,com o pagamento de 20 euros,para ir direitinho para o buraco do BPN.



Doações de sangue a cair fazem temer o pior no Verão
Em maio, as doações de sangue caíram 16% face ao mesmo mês de 2011. A proximidade do verão, período em que há mais necessidades de sangue e menos oferta, está a preocupar quem faz as colheitas.
foto Arquivo
Doações de sangue a cair fazem temer o pior no Verão
Hoje é o Dia Mundial do Dador de Sangue
Em maio, as doações de sangue caíram 16% face ao mesmo mês de 2011. A proximidade do verão, período em que há mais necessidades de sangue e menos oferta, está a preocupar quem faz as colheitas.
Le
«UNIDOS NA LUTA»

sexta-feira, 8 de junho de 2012

Grande dia de luta na asf.

 Foi com grande satisfação que participei nesta concentração,junto das instalações da ASF,em Coimbra.Foi uma agradável surpresa ao ver tantos colegas da empresa asf lá,mesmo com as ameaças estiveram lá muitos vigilantes ASF a dar a cara e a lutar por aqueles que não participaram.Por isso o patronato sabe que connosco,quando não existe diálogo social a luta é o caminho.




AOS TRABALHADORES VIGILANTES DA EMPRESA ASF
FOTOS - CONCENTRAÇÃO NA SEDE DA EMPRESA DE VIGILÂNCIA PRIVADA ASF - 29 DE MAIO
A ACÇÃO DE LUTA REALIZADA NO DIA 29 DE MAIO CONTRA A ACTUAÇÃO DA EMPRESA DE VIGILÂNCIA PRIVADA ASF FOI UM ÊXITO!
IMPORTANTES ADESÕES À GREVE!
GRANDE CONCENTRAÇÃO REALIZADA NA SEDE DA ASF, EM COIMBRA

O STAD SAÚDA TODOS OS TRABALHADORES DA ASF EM LUTA!
A LUTA CONTINUA – VENCEREMOS!
pdf COMUNICADO

«UNIDOS NA LUTA»

domingo, 3 de junho de 2012

Indignação total...

 ESTES SENHOR TODO RISONHO,TEVE A LATA,O DESCARAMENTO DE COMEÇAR A DIZER QUE OS SALÁRIOS,PRECISAM DE SER REDUZIDOS,A ESTE ILUMINADO QUE NÃO PAGA IMPOSTOS,EU DIGO,COM TODOS OS ROUBOS QUE O GOVERNO DELE NOS FEZ,ISSO REPRESENTOU UMA REDUÇÃO NOS NOSSOS SALÁRIOS DE 12%,OUVISTE BEM,OHHH SENHOR EX-BANQUEIRO.
 NÃO É POR ACASO QUE NAS NOSSAS NEGOCIAÇÕES COM A COMISSÃO PATRONAL,ELES TAMBÉM JÁ TENHAM  VINDO COM ESTE TANGO(A)DE BAIXAR OS SALÁRIOS.Este sim vive acima das nossas possibilidades de manter o seu estatuto.

Borges ganha 225 mil euros livres de impostos
Estatuto de funcionário internacional no Fundo Monetário Internacional (FMI) permite-lhe receber um ordenado isento de IRS.
 
Consultor do Governo, que defendeu esta semana a redução dos salários, ganhou 225 mil euros em 2011, livres de impostos, devido ao estatuto de funcionário do FMI, de acordo com o Correio da Manhã.

«UNIDOS NA LUTA»