domingo, 28 de outubro de 2012

A luta ainda está no começo...

Após as férias cá estou de novo para a luta,logo no regresso uma reunião sindical,onde tomei conhecimento que no grupo 8 se ganhou 3 casos em tribunal,e que num deles o valor é bem significativo,13,200 treze mil e duzentos euros,de um trabalhador que tinha sido despedido injustamente.
  Por isso,nós dizemos no dia a dia aos trabalhadores,«só ganha quem luta»

 Ainda sobre actividade sindical,aconteceram várias lutas,uma delas na porta da conforlimpa,por atrazo no pagamento dos salários,uns dias depois soubemos pela imprensa que o patrão desta empresa
foi preso,por suspeita de fuga aos impostos.
 O mais curioso disto tudo,é que o estado é o grande cliente desta empresa!
   
 
Prisão preventiva para presidente da Conforlimpa
Assunto: Prisão preventiva para presidente da Conforlimpa
Prisão preventiva para presidente da Conforlimpa
Por Redação

O presidente da Conforlimpa, Armando Cardoso, suspeito de fraude fiscal que terá lesado o Estado em mais de 40 milhões de euros, ficou em prisão preventiva depois de ter sido sujeito ao primeiro interrogatório judicial, esta sexta-feira.

Armando Cardoso foi detido na quinta-feira na sequência da operação «Clean», levada a cabo pela Autoridade Tributária e Aduaneira, com a colaboração da Polícia Judiciária. Também ontem o Departamento de Investigação e Ação Penal (DCIAP) efetuou várias buscas nas empresas do grupo e na casa do empresário com o objetivo de «apreender contratos de prestação de serviços, faturas, recibos e registos contabilísticos» que comprovassem as suspeitas de fraude fiscal.

O presidente da Conforlimpa - empresa com sede em Castanheira do Ribatejo que está na sétima posição entre os maiores empregadores nacionais - é suspeito de ter lesado o Estado em mais de 40 milhões de euros, através de um esquema de fraude fiscal envolvendo as empresas do grupo.

De acordo com DCIAP, o detido terá criado, entre 2005 e 2013, empresas fictícias destinadas à emissão de faturação falsa, para que a principal empresa do grupo contabilizasse o custo e deduzisse indevidamente o IVA.

(Notícia atualizada às 21.40 horas)


 

 Mesmo ausente,fui acompanhando ao longe o que acontecia por cá,e foi com grande satisfação que vi que aconteceram duas grandiosas manifestações e que uma terceira de indole cultural,também teve uma enorme adesão.
  Na vigilância a música é igual,o patronato na boleia do governo,durante o processo de negociação do nosso cct,só faziam propostas de mexer nas clausulas que eles consideram que são favoraveis aos trabalhadores,e queriam que no nosso cct entrasse automáticamente as leis que não são imperativas do código de trabalho que entrou em vigor a 1 de agosto de 2012.
  Como todos sabemos este ano de 2012 não tivemos aumentos no salário e o patronato já avisou que 2013 também não está disposto a aumentos.
 Isto que dizer que vamos ser penalizados duas vezes,porque além de não termos aumentos ainda vamos ser penalizados no pagamentos de mais impostos que este governo,vesgo(só olha com o direito)nos quer impor.



A luta vai ser dura,com gente desta a governar os truques são mais que muitos para nos empobreceram ainda mais.
 Quem andava a viver acima das possiblidades eram eles e agora nos roubam cada vez mais para pagarmos a fatura..










DIA 14 NOVEMBRO TODOS NA LUTA QUE SE QUER GERAL!


«UNIDOS NA LUTA»